Para melhorar a estética e a visão dos olhos

A pele em excesso e as bolsas que se formam nas pálpebras (dermatocálase) são sinais de envelhecimento da pele facial. Além do incômodo estético também podem atrapalhar a visão. A Cirurgia da Pálpebra, cujo nome técnico e Blefaroplastia é um procedimento de cirurgia plástica criado para corrigir estes problemas, estéticos e funcionais. Mesmo pessoas mais jovens, se tiverem uma tendência familiar podem apresentar este incômodo.

Nestas informações procuraremos passar com clareza todas as questões envolvidas neste tipo de procedimento, para que o candidato a cirurgia tenha segurança no procedimento que irá realizar. Entretanto, estas informações não substituem a consulta médica clássica que deve ser o início de qualquer tratamento médico, por doença ou por estética. A cirurgia é indicada para homens e mulheres, que necessitam de correção por problemas estéticos ou funcionais.

A cirurgia
A Blefaroplastia leva normalmente, em torno de 40 minutos. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar este tempo. Num procedimento típico, o cirurgião marca o trecho de pele das pálpebras superiores que serão retirados, mantendo a cicatriz escondida na dobra da pele da pálpebra. Uma porção da pele em excesso é retirada e é suturado com técnicas de cirurgia plástica ocular. Na pálpebra inferior, na Blefaroplastia transconjutival, se tem acesso às bolsas de gordura que são retiradas. As suturas são realizadas internamente de maneira a minimizar as cicatrizes visíveis. Assim os excessos de pele são retirados e as bolsas são tratadas.

Tipos de anestesia
A cirurgia de pálpebra normalmente é executada sob anestesia local que anestesia apenas a área ao redor dos seus olhos. É aplicada juntamente com sedativos orais ou intravenosos. O paciente permanecerá acordado durante a cirurgia, mas relaxado e insensível a dor.

Depois de sua cirurgia
Sendo a pele das pálpebras de espessura muito fina, as cicatrizes tendem a ficar praticamente disfarçadas nos sulcos da pele. Para tanto, deve ser aguardado o período de maturação da cicatriz . Pela sua localização são passíveis de serem disfarçadas com uma maquiagem leve, desde os primeiros dias. O edema (inchaço) dos olhos varia de paciente para paciente. Existem aqueles (as) que já no 4º ou 5º dia apresentam-se com um aspecto bastante natural. Mesmo assim, os 3 primeiros dias do pós-operatório são aqueles em que existe maior “inchaço” das pálpebras. O uso de óculos escuros poderá ser útil nesta fase, assim como a utilização de compressas frias diminui a intensidade do edema. Por outro lado, os resultados positivos da Blefaroplastia, cirurgia de pálpebra, lhe darão um olhar mais alerta e jovem que permanecerá por anos. Para muitas pessoas, estes resultados são permanentes.

As melhores indicações para cirurgia de pálpebra
A blefaroplastia pode ser realizada tanto por um cirurgião plástico como por um oftalmologista especializado em plástica ocular.
É importante destacar que a cirurgia é indicada para correção da flacidez muscular e da pele e também das bolsas palpebrais. Entretanto, esta cirurgia não removerá os pés de galinha e nem elimina as olheiras e também não tem a capacidade de elevar as sobrancelhas. Para a Elevação das sobrancelhas deve ser associado outras técnicas. Para os Asiáticos, uma modificação da técnica de Blefaroplastia pode criar um vinco na pálpebra que se aproximará levemente de uma ocidentalização, mas não apagará a evidência da herança étnica ou racial. Ou seja, não pode transformar uma pessoa com traços orientais em uma pessoa com traços ocidentais.