Pais companheiros geram filhos saudáveis


Um dos maiores perigos na educação dos filhos é as diferenças entre os pais.  Desautorizar o pai ou a mãe na frente da criança pode fazer com que o filho torne-se inseguro perante decisões. Imagine a situação: a criança quer tomar sorvete antes do almoço. Para a mãe, de jeito nenhum, mas aí o pai fala: “Por que não? Só hoje”.
Isso pode fazer uma confusão na cabeça do pequeno. “Ele entenderá que o limite imposto por um dos pais não é verdadeiro e essa ideia pode dificultar que a criança obedeça e cumpra regras”, declara a psicóloga Aline de Aguiar, do Rio de Janeiro, doutora em Psicologia Social. Claro que é normal que o casal não concorde em tudo, mas psicólogos sugerem que seja feita uma conversa longe da criança para definir, em comum acordo, as regras da casa.
Isso vale para tudo na educação dos filhos.