Maio Amarelo + SEGURANÇA NO TRÂNSITO

O Maio Amarelo surgiu em Indaiatuba, sendo lançado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – que tem a sua coordenação, mas trata-se de uma ação multissetorial, envolvendo todos os segmentos sociais para conscientizar a sociedade a assumir comportamentos mais seguros no trânsito e mudar o cenário de violência, que mata e sequela milhões em todo o mundo.

A proposta é colocar em pauta, de forma permanente, o tema trânsito para toda a sociedade, destacando que o trânsito deve ser seguro, em todas as situações para todos; incentivando a participação da população, empresas, governos e entidades, no trabalho de conscientização e prevenção de acidentes.

Em 2016, o Movimento elegeu dois temas para o trabalho educativo com os mais diversos setores: o uso do cinto de segurança, sobretudo no banco traseiro, que ainda é muito negligenciado pela população; sobretudo no país berço do movimento, o Brasil; e também o excesso de velocidade que impacta no aumento de mortes e na gravidade das lesões no trânsito serão as questões que terão evidência na mobilização deste ano.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

Hoje, o Maio Amarelo é conhecido mundialmente.

Países mobilizados pela segurança no trânsito

Já somos 23 países em todo o mundo apoiando o Maio Amarelo.

  1. Angola
  2. Argentina
  3. Austrália
  4. Áustria
  5. Benin
  6. BRASIL
  7. Camarões
  8. Costa do Marfim
  9. Espanha
  10. EUA
  11. Geórgia
  12. Holanda
  13. Índia
  14. Marrocos
  15. México
  16. Moçambique
  17. Portugal
  18. Quênia
  19. Reino Unido
  20. República Dominicana
  21. Tunísia
  22. Vietnã
  23. Uruguai

Por quê Maio? Por quê Amarelo?

A escolha do mês de maio para marcar essa mobilização foi motivada pelo fato da ONU (Organização das Nações Unidas) ter instituído a Década de Ação para Segurança no Trânsito, num mês de maio, em 2011. A cor amarela foi escolhida por simbolizar Atenção no trânsito. E o laço remete e à preservação da vida, imagem que também é usada em diversos movimentos, com cores diferenciadas. Basta lembrarmos a conscientização o laço da campanha contra a AIDS, em dezembro; o Outubro Rosa, movimento de conscientização contra o câncer de mama; e assim por diante.